O jovem Eduardo tinha uma vida normal, mas um dia vê toda ela revirada. Seus pais morrem e ele fica perdido na vida sem saber o que fazer com aquela nova situação, logo ele se muda para a fazenda do Encantado, no cerrado goiano, para ter que morar com a sua avó, que era quem mandava em toda aquela gente, ela era a abelha rainha que fazia tudo ficar em seu lugar, seu nome era Nhá Nana, ela controlava tudo com mão de ferro, nada poderia ser feito sem o seu consentimento.

Eduardo via tudo aquilo como um absurdo, ninguém saia ou entrava sem que Nhá Nana permitisse, nem mesmo escola para as pessoas não havia porque ela não achava necessário. Ele não queria ficar naquele inferno da poeira vermelha, queria ser livre, queria estudar, não queria ser só mais um fantoche nas mãos de Nhá Nana como todos os outros daquele lugar amaldiçoada por aquela velha bruxa. Tentou fugir, mas não conseguiu.

Eduardo não era daquele lugar, mas ele também tinha o sangue daquela tirana, sabia ser teimoso e persistente, era um garoto de atitude, não podia ficar vendo aquele povo ser tão maltratado, e com toda sua coragem fez o que mais ninguém teve coragem de fazer.

Anúncios

»

  1. Lanne Gunner disse:

    Gostei mto desse livro, demorei cerca d nove dias p ler ele td, pois estava em semana d provas na escola. Um livro simples, com uma boa história e mto interessante, sem dizer q eu conheço alguns meninos parecidos ao Eduardo (Caramujo ou Garrote) me arrisco a dizer q esse foi o melhor livro nacional q eu já li. E com certeza é um dos meus preferidos^^)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s