Imagine que um homem completamente estranho chegue na sua porta te oferecendo 1 milhão de dólares e tudo o que você tem que fazer é apertar um botão contido numa caixa.

Quem é que resistiria a uma proposta dessas? Mas é claro que todo lado bom, tem um lado ruim, na hora em que você apertasse o botão, uma pessoa, em algum lugar do mundo, que você não conhecesse, morreria.

Problemas financeiros, sonhos de casa própria, carro, viagens, uma boa educação para seus filhos, entre outras coisas, com certeza esse dinheiro seria uma ótima oportunidade para se livrar de problemas e realizar grandes sonhos, e o preço a pagar seria mínimo, afinal, existem tantas pessoas no mundo e outras tantas morrem todos os dias, uma pessoa a mais não seria assim tão grave.

Essa é a trama em que vivemos em A caixa. Uma família é escolhida, e como em toda família normal existem problemas e são eles que aumentam e muito a chance de apertar o botão.

Como é citado no filme, o inferno são os outros, antes de se apertar o botão os outros são o inferno por que alguém vai morrer, depois de apertado o botão os outros são o inferno por que a caixa será repassada para outra família que você não conhece, com isso, você pode ser a próxima vítima, assim como você acaba se tornando o inferno de alguém.

Achei o filme bem interessante, por que ele nos faz refletir no que faríamos se estivéssemos naquele lugar. Será que a gente faria mal a alguém só por que não a conhecemos? Sacrificar uma vida é algo assim tão banal para obter uma solução de nossos problemas? E se não fosse a vida de um desconhecido e sim de um amigo querido ou de alguém da família, seria diferente a nossa decisão? tenho certeza que as pessoas dão muito mais valor a alguém que conhece do que para um total desconhecido, mas vale lembrar que esse desconhecido também tem pessoas que o amam, tem uma família e amigos assim como você.

No final desse filme vale a pena pensar em até onde você seria capaz de ferir alguém, pelo que você seria capaz de ferir alguém e se valeria mesmo a pena conseguir o que quer a custo do sofrimento de outra pessoa.

Anúncios

»

  1. Dasty-Sama disse:

    Já tinha ouvido falar desse filme, alguém me contou a história, mas não me lembro quem. Deve ser muito bom, principalmente pelo tema e sobre o que somos capaz de fazer por dinheiro. Amei demais a dica e também a resenha *-*

  2. Não conhecia o filme, mas fiquei muito interessado.
    Com certeza vou assistir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s