Em Brida, Paulo coelho não deixa a desejar como em suas outras obras, começa com uma história simples que se torna muito cativante ao seu decorrer.

Brida uma garota ligada a magia que já havia procurado muitas maneiras de se auto-completar atrasvez de numerologia, tarot, entre outros caminhos que podiam levá-la aos segredos da magia, mas nunca se sentia satisfeita com os caminhos que escolhiam, desistia por várias vezes de seus objetivos. O que aprendemos principalmente, nesse livro, é que quando escolhemos um caminho devemos tentá-lo percorrer ao todo, aproveitar ao máximo todas as situações, mas que se por acaso algo maior surgir em nossas vidas, algo que a gente nunca tinha sonhado antes e de repente se torna a coisa mais importante dentre todas as outras coisas, não devemos ter medo de mudar e seguir o próximo caminho que se divide a nossa frente, mas nunca esquecer e deixar de respeitar as coisas que vivemos anteriormente, pois cada passo nos ensina algo para termos equilíbrio suficiente para dar o próximo.

Sua narração não é cansativa, eu diria que ela é até bem simples, assim se tornando um livro envolvente e cativante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s