Fim…

Depois de tanto tempo levando o blog num vai e não vai interminável, finalmente decidi por um ponto final neste meu cantinho, que há muito clama por atenção e eu simplesmente não consigo dar o que ele merece.

É  um tanto triste, pois foi meu primeiro blog no qual eu me importei e, em vários momentos, levei a sério. Uma parte importante disso tudo é que eu percebi que mudei muito, tanto na minha forma de escrever, como no de analisar as coisas que eu gosto, talvez tenha ficado um pouco mais crítica após a criação do blog. Sou uma pessoa em busca de constante crescimento, mas esse meu pequeno projeto, como já disse, não anda tendo a atenção que merece, no momento tenho outras coisas em mente e realmente acho que é hora de por um ponto final no meu tão querido blog e não desviar a atenção do que me é prioridade hoje em dia.

Nunca se sabe se um dia irei voltar, e se por acaso acontecer, acredito que não vou mais escrever neste endereço, vou começar tudo do zero e, claro, com novas ideias.

Até qualquer dia desses.😄

Clube da Excelência

 

O ser humano, por natureza, gosta de ser reconhecido por diversas coisas. Se somos bons em algo que fazemos, mesmo não gostando daquilo, é sempre prazeroso ver que as pessoas ao redor te reconhecem pelas coisas que você faz, pode ser na escola, no lazer ou até mesmo no trabalho. E é exatamente nessa última parte onde quero chegar, o trabalho.

Continuar lendo

6 longos meses…

Como já diz o título, foram 6 longos meses, que para mim se passaram rapidamente, mas para o blog, com certeza, foi uma grande perda. No final das contas eu sempre acho uma desculpa para tudo, logicamente que para desviar um pouca da minha própria culpa, mas acreditando que cada coisa tenha seu tempo, tudo que acontece tem seus próprios motivos.


Continuar lendo

Cada ponto uma parada…

E mais uma vez eu estou aqui, pedindo desculpas como sempre por ter sumido do mapa, mas depois que eu comecei a trabalhar além de ter ficado com um tempo mais curto, surgiram outras preocupações. Cada mês vem sendo uma caixinha de surpresas e cada vez que eu abro uma delas tem uma bomba dentro.

Continuar lendo

Fale em japonês

Há algum tempo venho acompanhando o blog  http://www.faleemjapones.com/ e não tinha como eu não falar sobre ele por que a Sarah, dona do blog, ensina japonês de uma forma super fácil, e um tempo depois que eu comecei a seguir o blog, ela criou também uma conta no youtube e hoje, além das atividades que ela está postando no blog, temos vídeo aula.

Continuar lendo

The Walking Dead / 2ª Temporada

Faz um bom tempo que eu queria falar sobre a segunda temporada de TWD, mas com tantas coisas acontecendo de uma vez na minha vida, o que já dei uma explicada no post anterior, acabou que não tive muito tempo para me dedicar ao blog, mas agora que já estou me acostumando a minha nova rotina e tudo está voltando ao normal, apesar de que esses últimos dias tive que correr atrás de algumas coisas e acabei chegando em casa e logo após desmaiando na cama de tão cansada, hoje tive uma folguinha de toda a correria e, claro, de todo o cansaço.

Continuar lendo

Contratempo

É eu sei, eu planejei e planejei as coisas pra o aniversário do blog e acabou que nada deu muito certo, começando em um belo dia em que eu acordei e apertei o já tão desgastado botão POWER do meu querido computador, mas ele reagiu de uma forma estranha que não seguia os padrões do dia-à-dia e não fez seu barulho tão característico que eu já estava acostumada a ouvir, logo pensei que, talvez, eu não tivesse apertado o botão direito e, como um reflexo natural do meu corpo, apertei o botão mais uma vez e com um pouco mais de força e, para minha surpresa, ele não reagiu de novo. Foi então que fiquei preocupada e apertei sucessivamente o sofrido botão, mas foi tudo em vão, as luzes mágicas que alegram meu dia não apareceram e percebi que aquele era o fim, o meu querido computador havia morrido.

Continuar lendo

Sacolas plásticas

Uma coisa que, com certeza, deixou a cabeça das pessoas um tanto confusa foi a proibição das sacolas plásticas nos supermercados, não só por não conseguir lembrar de levar a bendita sacola para o mercado, mas por uma série de outros fatores.

Continuar lendo